abril 19, 2008

Leituras

"O ser humano é primeiramente um saco para por comida dentro; as outras funções e faculdades podem ser mais divinas, mas, na ordem de tempo, vêem depois. Um homem morre, é enterrado e todas as suas palavras e ações são esquecidas, mas o que ele comeu sobrevive nos ossos saudáveis ou frágeis de seus filhos. Acho que seria plausível afirmar que as mudanças de dieta são mais importantes do que as mudanças de dinastia ou até de religião. A Grande Guerra, por exemplo, jamais teria acontecido se o alimento enlatado não tivesse sido inventado........Contudo, é curioso como a grande importânia dos alimentos é raramente reconhecida. Vêem-se estátuas por toda parte de políticos, poetas, bispos, mas nenhuma de cozinheiros, defumadores de bacon ou hortelões."

George Orweel na abertura do livro "A Ferver" de Bill Buford

3 comentários:

Mo disse...

bravo! essa frase do GO deve ter sido inspirada no livro "na penuria em paris e em londres" sobre as experiencias dele no meio das cozinhas de restaurantes e hoteis :DDDD

o que se come diz muito sobre a pessoa, a cultura, a história, mas é tão do dia-a-dia q nem nos apercebemos, descascar um alho não é um gesto da cozinha do mundo inteiro :D

Toze disse...

"Diz-me o que comes dirte-ei quem és"

kekekekeke

Mo disse...

como muito pão muita fruta muita sopa

mas adorava comer muitas lagostas e camarões e gelados :DDDDD

atão? tenho dupla personalidade?