novembro 11, 2010

Quentes e Boas



João vendia castanhas no recanto de um cais, certo dia para admiração de muitos populares mudou-se para a entrada de um banco.
Passa um amigo seu e pergunta:
- Então passaste do cais para um banco...que loucura !?
Responde o humilde vendedor de castanhas:
- Aqui estou melhor na vida, as pessoas entram dentro do banco para levantarem dinheiro chegam aqui compram logo 3 a 4 sacos de castanhas... é só dinheiro a entrar, agora estou perto da riqueza.
O sujeito vendo a alegria do João diz-lhe:
- Já agora que estás bem empresta-me 20 €
João responde:
- Não posso camarada.
- Porra sou teu amigo, conheço-te e tu não me desenrascas...
- Não posso emprestar dinheiro porque fiz um contrato com o banco, nem eles vendem castanhas lá dentro nem eu empresto dinheiro cá fora.

Votos de um bom Magusto

4 comentários:

Fatyly disse...

Bem visto e os contratos são para serem cumpridos:):)

Magusto? Xiiii nem me lembrei:(

PreDatado disse...

Está bem engraçada. Ehehehe!

Anónimo disse...

muito boa essa parodia

A Luz a Sombra disse...

Adorei... ahahah...!
Um homem de palavra.