maio 21, 2008

O meu manifesto anti-texto

Para achar os zeros de uma equação do segundo grau, que é como quem diz, há quase sempre duas soluções quando se tem tendência para elevar tudo ao quadrado, basta aplicar a fórmula resolvente. Como sei que a maior parte das pessoas é incrédula no que digo, aqui vai a demonstração :


E cá estão as duas raízes, como queria demonstrar. Ou seja, tanto se pode ser raiz, por exemplo batata ou maçã, em francês, mergulhar no mar e falar inglês em menos de 600 quilómetros de distância como também dá plantar uma flor, ir a um museu capela dos ossos templo diana a mais de cinco horas de viagem. Espero com isto muito ter contribuído para desmistificação do aborrecimento dos números e que os números são monstruosos, uuuuu que medo que maus e feios. As letras sim essas é que são complicadas, cheias de mistérios, entrelinhas, espaços, pontuações e com a forte possibilidade de se transformarem em gregas. A bem do nosso ministério.
Desafio aceite por Mónica Chagall

2 comentários:

Toze disse...

Ó Mo Chagall, é no privado que devias comentar, ou estás a perder qualidades ???

kekekekekekekek

Mo disse...

curiosa :D